quarta-feira, 2 de maio de 2018

Carta aberta ao Senhor Voleibol do Benfica - Professor José Jardim.

Olá Prof,

Não sei se esta carta alguma vez lhe vai chegar, mas aqui fica...

Certamente só me conhece de vista, quiçá dos Pavilhões da Luz, que sempre ocuparam muito do meu tempo livre em Lisboa, quiçá das férias em São Martinho do Porto.
A primeira vez que me lembro de si, foi por 2 anos seguidos ter vencido a equipa da minha irmã no torneio misto de voleibol de praia nas férias... Na altura lá me disseram que era o treinador nas camadas jovens do melhor jogador da equipa da minha irmã.
Mal sabia eu o quanto o ia admirar...

Foi em plena década de 90 que o Benfica encerrou a sua formação sénior de voleibol... O prof era jogador. Era o Capitão! E tinha conquistado o último título de Campeão numa negra na Nave de Alvalade. E levantado a Taça de Portugal em 1992. E pouco tempo depois acabou. Simplesmente.
Estamos a falar duma modalidade esquecida, que jogava no Pavilhão 2, num cantinho. Tão esquecida que às vezes ocorriam outros jogos em simultaneo, a ocupar os outros 2/3 do Pavilhão...



Muitos saíram, normal. O Prof ficou. E nas camadas jovens foi trilhando o seu caminho, e os jovens foram crescendo e chegámos aos séniores. E voltámos a ter equipa sénior. E ganhámos a 3ª divisão há apenas 20 anos atrás. E subimos pouco depois à primeira... E em na primeira metade da década passada voltámos aos títulos, com uma equipa quase invencível e cheia de talento. Mas também é preciso saber detectar o talento. 
Depois veio o desinvestimento, mas continuou o Prof. E mais uma vez reconstruiu uma equipa. Uma senhora equipa que dominou o voleibol em Portugal esta década. Tirou-me muitas vezes do sério com algumas opções é verdade, e percebe infinitamente mais de voleibol do que eu, mas os adeptos são assim. Continuo a achar que podia ter uma história ainda mais bonita ? Continuo. Mas faz parte...

Se hoje há voleibol no Benfica, o prof é o rosto dele. E que nunca ninguém se esqueça disso... A única coisa que espero é que nunca saia do Benfica, porque é certo que o Benfica nunca sairá de si. Prof José Jardim é sinónimo de Voleibol Benfica. Era ontem. É hoje. E será amanhã...


Mais do que lamentar os momentos, lamento a final de ontem. Não fomos a melhor equipa da fase regular, mas fomos a melhor equipa da final. Mostrámos que somos Equipa, que somos Benfica. E sim, mereciamos ser Campeões, e o Prof merecia a cereja no topo do bolo com a que seria talvez a mais épica das vitórias. Quis a sorte, e algo mais que assim não fosse. 


Por tudo isso... Olhe, obrigado Prof! Será sempre a sua casa e o seu pavilhão. E que o assombroso ambiente do Benfica - Novi Sad de 2015 perdure para sempre na sua memória.

"Quero passar aos adeptos do Benfica aquilo que os jogadores me passaram. Temos muita pena de não lhes oferecer este título. Fica um grande orgulho nos 25 títulos conquistados. Não me esqueço de como esta equipa voltou. Começámos por baixo, com títulos de juvenis e juniores. Mas, mais importante, é que, quando perdemos, perdemos assim. As finais perdidas do Benfica foram todas assim. Quer dizer que lutámos sempre até ao último ponto"



Sem comentários:

Enviar um comentário